Fechar
Publicidade

Seu negócio

Minuto a Minuto >

Publicado em quarta-feira, 21 de dezembro de 2016 às 22:36 Histórico

Trabalhadores da Saúde programam ato na quarta-feira

Funcionários da FUABC (Fundação do ABC) em Santo André e Mauá organizam ato, no dia 28, para sensibilizar a população a respeito da situação da categoria, que ainda aguarda parte dos vencimentos de dezembro, além de 13º salário. Na cidade andreense, os 1.731 servidores seguem paralisação parcial iniciada no dia 9 no atendimento das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e UPAs (Unidades de Pronto Atendimento). Já em Mauá, a expectativa gira em torno da promessa da Prefeitura de que a segunda parcela do 13º seja quitada na segunda-feira pós-Natal aos 800 trabalhadores.

Conforme o Sindsaúde ABC (Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Privados de Saúde do Grande ABC), a paralisação atinge 90% dos equipamentos de Saúde. Na UBS (Unidade Básica de Saúde) da Vila Humaitá, conforme trabalhadora que não quis se identificar, dos 20 funcionários, 15 são da FUABC. “Estamos nos revezando, mas nenhum atendimento deixa de ser feito”, afirmou.

Em assembleia realizada ontem, cerca de 100 trabalhadores decidiram que o ato na quarta-feira será realizado em frente ao CHM (Centro Hospitalar Municipal), a partir das 16h. “É para chamar a atenção da sociedade sobre a nossa situação. Também fizemos uma carta aberta, que vamos distribuir nas unidades de Saúde amanhã (hoje)”, declarou o presidente do sindicato Almir Rogério, conhecido como Mizito.

“Estamos mantendo o serviço de urgência e emergência, porém a Prefeitura não tem nos respeitado. Debatemos isso, mas temos de continuar com essa responsabilidade, de fazer greve, mas atender a população”, disse Mizito.

Questionada, a Prefeitura reafirmou o posicionamento de que o pagamento do 13º dos funcionários depende do ingresso de receitas extraordinárias e não forneceu prazo. Conforme o Paço, 65% dos funcionários da Saúde são servidores municipais. “Existem paralisações pontuais que não prejudicam o atendimento”, disse, em nota.

Além do 13º, os médicos vinculados à FUABC na cidade aguardam o pagamento dos 70% restantes do salário até o dia 27. Neste caso, a categoria não está paralisada.

MAUÁ
Apesar de situação ser menos grave em Mauá, os funcionários da FUABC não receberam a segunda parcela do 13º. Questionada sobre o problema, a administração informou que o pagamento será realizado no dia 26.

A equipe do Diário foi até a UBS Jardim Flórida e à UPA Central, que funcionava normalmente, apesar da confirmação dos funcionários de não receber o valor.

Conforme o presidente do Sindsaúde, caso o pagamento não seja realizado, outra assembleia vai ser convocada para votação da paralisação dos funcionários também na cidade ainda no dia 26. “Vamos nos reunir às 17h na frente do Hospital Nardini para decidir se a greve deve ser feita ou não.” 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC