Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Jaguar F-Pace une pinta de esportivo e capacidade off-road

Rafael Santos/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vagner Aquino

27/01/2017 | 07:25


“Eu nunca tinha visto um utilitário da Jaguar”, disse a mulher de um amigo ao avistar o F-Pace avaliado pelo Diário na última semana. Também, pudera. Afinal, este é o primeiro SUV da marca inglesa – foi mundialmente lançado em 2016.
Disponível em três versões de acabamento (Prestige, R-Sport e S), o grandalhão tem também a configuração First Edition – ilustrada nesta página. A má notícia é que se você se interessou, não dá mais tempo, pois as 19 unidades reservadas para o Brasil já foram vendidas. Cada um custava quase R$ 420 mil.

Mesmo sem conseguir ter um F-Pace com carroceria de cor azul e rodas negras (entre outras características exclusivas da edição especial), resta ao endinheirado optar pela configuração S, de R$ 405,9 mil, que traz embaixo do capô o mesmo 3.0 V6 a gasolina de 380 cv.

Anda bem? Muito! Mesmo com quase duas toneladas, o utilitário responde quase que instantaneamente quando o pedal da direita é acionado. Independentemente do modo de condução selecionado (dinâmico ou normal), este felino não hesita em dispor de todo seu vigor. Da inércia aos 100 km/h são necessários só 5,5 segundos. Quem ajuda nessa é o trabalho do câmbio automático de oito velocidades, com trocas para lá de eficientes.

As boas retomadas de velocidade são assinadas pelo torque de 45,9 mkgf. O ronco do motor é invejável até para a concorrência – composta por Audi Q5, BMW X4 e Porsche Macan.

Mas apesar de possuir o Adaptive Dynamics (monitora e, se necessário, corrige o amortecimento do veículo), as irregularidades do solo poderiam ser mais bem filtradas. Mas a culpa está também nas rodas de 20” e nos pneus, que têm atuação comprometida no péssimo asfalto das ruas brasileiras.

Em compensação, chacoalhões e barulhos externos são quase nulos a bordo do F-Pace.

Não fosse a altura para acessar o habitáculo (são 21,3 centímetros em relação ao solo), poderíamos pensar que, a bordo do F-Pace, estamos em um sedã de luxo. Tem couro claro e customizado na forração dos bancos, sistema de iluminação interna configurável em tom e intensidade, sem contar o teto solar panorâmico e a tela central touch screen. Aliás, o quadro de instrumentos também é digital e pode ser modificado por meio de toques nas teclas do volante.

Em relação à capacidade off-road, este inglês tem tração 4x4 com reduzida e controle de aceleração e frenagem em velocidade abaixo de 30 km/h.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.