Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Toma lá, dá cá nas eleições no PT


Raphael Rocha

18/02/2017 | 07:00


O PT prepara para renovar suas lideranças ou confirmar mandatos dos atuais dirigentes em meio ao desastre eleitoral do ano passado. No Grande ABC, militantes se movimentam e usam o pífio resultado do pleito de outubro como mote para alterações nos quadros diretivos, resgate da história da legenda e aproximação com as bases. Só que, no meio de tudo isso, os caciques petistas mudaram a fórmula do PED (Processo de Eleições Diretas). Para o diretório municipal, a votação é direta. Mas para as direções estaduais e nacional, a escolha se dará indiretamente, com base em indicações de delegados municipais que participarão dos congressos nos Estados. Essa mudança permitiu novos modos de toma lá, dá cá dentro do partido. Ex-prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho é candidato a presidente do PT no Estado. E sabe que precisa de delegados para ser eleito. E sabe também que tem de domar alas internas que o rejeitam. Além disso, convive com pressões de aliados para continuarem nos comandos dos diretórios no Grande ABC, a despeito das derrotas eleitorais do ano passado. Seu irmão, Brás Marinho, é um contestado presidente do PT de São Bernardo. Ex-mandatário da CUT, Adi dos Santos está longe de ser unanimidade em Diadema. Mas são favoritos em suas cidades. Tudo porque Marinho dialogou para abertura de espaços na direção estadual em troca das vitórias de Brás e Adi.

BASTIDORES

Nomeações – 1
Sobrinho do vereador Juarez Tudo Azul (PSDB), de São Bernardo, Rafael Fernando Mendonça Ginez foi contratado para trabalhar, em cargo comissionado, na Prefeitura são-bernardense. Ele ficará como chefe de seção de difusão do lazer dentro da gestão de Orlando Morando (PSDB).

Nomeações – 2
Antigo assessor do deputado federal Alex Manente (PPS), Milton Vilela Mendes de Almeida foi admitido para trabalhar na Prefeitura de São Caetano. Vale lembrar que Thiago Auricchio, filho do prefeito são-caetanense, José Auricchio Júnior (PSDB), foi contratado para atuar no gabinete de Alex.

Nomeações – 3
Presidente da Câmara de São Paulo, Milton Leite (DEM) contratou Gica Pinheiro (PMDB), filha do ex-prefeito de São Caetano. Ela foi nomeada para função de diretora de comunicação externa. O Legislativo paulistano não informou os vencimentos da peemedebista.

Tiete
O deputado federal Alex Manente (PPS) nunca escondeu sua paixão pelo Palmeiras. É torcedor frequente dos jogos do atual campeão brasileiro no Allianz Parque. E na quinta-feira foi novamente ao estádio em São Paulo, acompanhar o jogo entre Palmeiras e São Bernardo. Alex não pensou duas vezes ao avistar o atacante Miguel Borja, contratação da equipe alviverde na temporada. Pegou o celular, tirou uma foto e colocou em sua página nas redes sociais.

Bispo e Atila
Bispo da Diocese de Santo André, dom Pedro Carlos Cipollini visitou ontem o gabinete do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB). Dom Pedro já deu mostras que está de olho na política regional, principalmente no andamento das atuais gestões. No dia 8, quando realizou missa na Catedral Nossa Senhora do Carmo, em Santo André, mandou diversos recados aos prefeitos presentes.

Orlando Silva e prefeitos
Outro que peregrinou pela região foi o deputado federal Orlando Silva, que preside o PCdoB no Estado. Visitou os prefeitos de Diadema, Lauro Michels (PV), de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira (PSB), e de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (PSDB). Antigo aliado do PT, Orlando Silva já declarou publicamente que o PCdoB adotou novos rumos políticos. Está próximo, por exemplo, do governo de Geraldo Alckmin (PSDB) no Estado. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.