Fechar
Publicidade

Cena Politica

Publicado em quinta-feira, 16 de março de 2017 às 07:00 Histórico

Pergunta lá no Posto Ipiranga

O famoso comercial do Posto Ipiranga na TV parece ter inspirado a bancada de vereadores do PPS de Santo André, formada por Fábio Lopes e Rodolfo Donetti. Ambos estão em primeiro mandato e, desde a saída de Raimundo Salles do comando do partido, são os maiores ícones do PPS na cidade. Porém, nenhum passo é dado sem que o deputado federal e presidente estadual da legenda, Alex Manente, saiba. Foi Alex quem preencheu a cota do PPS no primeiro escalão do governo Paulo Serra (PSDB) – ex-assessor do deputado, Reinaldo Messias está à frente da Craisa – e é quem responde pela sigla na cidade. Sempre que questionados sobre atuação política em Santo André, Donetti e Fábio Lopes falam que precisam de orientação de Alex.

Resposta
Rodolfo Donetti assegurou a independência da bancada do PPS em Santo André. E disse que o deputado federal Alex Manente é conselheiro dos vereadores andreenses. “Ele tem experiência, desde 2004 com cargos públicos, nos ajuda muito. Mas a gente não consulta o Alex o tempo todo. Tomamos nossas decisões, temos nossa independência. Estamos conduzindo o PPS na cidade.”

Cotoveladas
Líder do governo Orlando Morando na Câmara de São Bernardo, Ramon Ramos (PDT), e o vereador Julinho Fuzari (PPS) trocaram farpas na sessão de ontem. Julinho acusou a administração de rejeitar emenda de Alex Manente (PPS), de R$ 6 milhões, para Saúde. Ramon disse que o recurso destinado por Alex não especifica o município beneficiário do aporte.

A recíproca nem sempre é verdadeira
Assíduo nas redes sociais, o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), faz questão de aparecer e falar, em vídeos e fotos, do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima (SD), e do titular da Pasta da agenda em questão. Marcelo Lima também tem utilizado a ferramenta para divulgar seu trabalho, mas muitas vezes sem citar o nome do tucano. O ruído já é sentido no gabinete do prefeito.

Cadê você?
Ex-prefeito de Mauá, Diniz Lopes (PSB) era figura constante nas sessões da Câmara. Esteve em todas, mesmo quando ficou à frente da Hurbam, autarquia que em nada tem relação com o Legislativo. O socialista aguardava virar chefe de gabinete do prefeito Atila Jacomussi (PSB), que não o nomeou por empecilhos judiciais. Na sessão de terça-feira, Diniz não apareceu.

Nomeação
Filho do presidente da Associação Desportiva São Caetano, Nairo Ferreira de Souza, Marcelo Ferreira de Souza volta a ter função destacada no Palácio da Cerâmica. Após ter sido secretário no governo de Paulo Pinheiro (PMDB), Marcelo foi nomeado para coordenador de fiscalização tributária, cargo lotado na Secretaria da Fazenda da gestão de José Auricchio Júnior (PSDB). 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC