Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Consórcio procura seu representante


Raphael Rocha
do Diário do Grande ABC

18/03/2017 | 07:00


O Consórcio Intermunicipal segue em análise do escritório que vai abrigar a Casa do Grande ABC em Brasília. São cinco opções, todas perto da Esplanada dos Ministérios, para facilitar o trânsito e a busca de recursos para a região. Mas a entidade ainda não definiu quem será essa pessoa responsável por estreitar as relações do governo federal com as sete cidades. Inicialmente cogitou-se nomear alguém do Grande ABC, mas a ideia foi praticamente descartada pelos custos – essa pessoa teria de morar em Brasília durante a semana e poderia exigir pagamento de aluguel. Agora, prefeitos debatem a contratação de alguém já residente na Capital Federal e que tenha familiaridade com a região. O salário já está definido, pelo menos: R$ 15.557,19, valor oferecido ao diretor de programas e projetos.

Espaço no PT

Ex-vereador e ex-prefeiturável de Diadema pelo PT, Manoel Eduardo Marinho, o Maninho, articula estar no diretório estadual do petismo. A estratégia passa pelo apoio dado ao ex-prefeito de São Bernardo Luiz Marinho para presidir o PT paulista e também pela adesão ao ex-chefe do Executivo de Santo André Carlos Grana para comandar a Macro PT ABC. Porém, o diretório de Mauá também reivindica espaço. Parte do petismo mauaense está ao lado de Maninho. Mas outros setores brigam por representatividade.

In loco

O prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), estará em Brasília na próxima semana para acompanhar o andamento da liberação de recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para obras viárias na cidade. O pedido de aporte, no valor de US$ 25 milhões, precisa ser analisado pela Secretaria Nacional do Tesouro, que ainda não deu aval à transferência.

Explicações

O Semasa encaminhou nota dizendo que a contratação de Michael Lopes Barbosa, filho do vereador Toninho de Jesus (PMN), não é irregular. “A iniciativa não caracteriza nepotismo. O contratado é engenheiro com experiência anterior na área de saneamento ambiental. O salário base para o cargo de coordenador de programa 2 é R$ 6.545,82, valor que está publicado no Portal da Transparência.”

Abandono

Ex-vereador de Santo André, José Montoro Filho, o Montorinho (PT), anda reclamando de ter sido escanteado nas discussões da legenda. Primeiramente pelo fato de seu grupo político ter apoiado a candidatura do ex-deputado Professor Luizinho na concorrência ao comando do PT. Ele sequer foi cogitado. Depois, quando esse mesmo grupo discutiu apoio a Fabrício França nesta mesma eleição. Ele também não foi consultado.

Nomeação

Derrotado na tentativa de se reeleger vereador em São Bernardo, Luiz Francisco da Silva, o Luizinho (PT), foi nomeado para o gabinete do deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT), também de São Bernardo. Antes, Luiz Fernando admitiu Lilian Cabrera (PT), que não conseguiu renovar o mandato de vereadora de Diadema no ano passado.

Fiscalização

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) mudou sistema de avaliação de prefeituras. Em vez de anual, equipes da Corte comparecerão às sedes das administrações municipais a cada três meses, durante o exercício vigente. São 324 municípios na lista de aumento de fiscalização e os sete do Grande ABC estão inclusos no rol. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.